Avançar para o conteúdo principal

Áustria, Portugal, Inglaterra e Brasil

Li, horrorizado, diversos textos e notícias sobre o drama de Elisabeth Fritzl, presa por 24 anos no porão da própria casa na Áustria por seu pai com quem teve 7 filhos e, tanto a mãe da Elisabeth como diversos inquilinos da casa, não perceberam que sob seus pés viviam uma família aprisionada sem sequer poder ver o sol!
 
Isso lembra também a história vivida por Natascha Kampuch, presa por 8 anos em um cativero também na Áustria e que, após um descuido do seqüestrador, conseguiu fugir. Recentemente passou um documentário de toda a história no GNT.
 
Hoje, 3 de maio, fez 1 ano que a menina Madeleine McCann sumiu na Praia da Luz, em Portugal. O caso ainda é um mistério, sendo que os pais já foram apontados como suspeitos, mas juram inocência.
 
Essa semana também foi entregue o relatório final da polícia sobre o caso Isabella. Ao que tudo indica, o pai e a madrasta participaram no crime que chocou o Brasil e gerou diversas manifestações pedindo justiça ou ainda um movimento de "quero aparecer no JN".
 
O curioso é que, coincidentemente, os casos Isabella, Madeleine, Kampusch e Fritzl se misturaram em uma mesma semana mesmo tendo acontecido em épocas bem diferentes (respectivamente 2008, 2007, 1998 e 1984).
 
Ah, e o caso das meninas austríacas presas por longos anos abre uma estranha esperança para Madeleine, que poderia ainda estar viva e mantida em cativeiro.
 
Todos são crimes covardes e que nos fazem perder a esperança no ser humano.

Comentários

Anónimo disse…
Sim, são crimes tão distantes que se unem só por causa de um fato, o poder de comoção social. Todos eles, de alguma maneira, quebram contratos básicos da vida em sociedade.

Mensagens populares deste blogue

aukissimo shared an Instagram photo with you

Hi there, aukissimo just shared an Instagram photo with you:
view full image"Auki <3 Green Curry "
(taken at Chat Thai | ชาติไทย) Thanks,
The Instagram Team

Telefônica 10 anos

Muito gostoso de ver o comercial comemorativo de 10 anos da Telefônica no Brasil.Tudo bem que as imagens são do banco de vídeo da Corbys e do Getty, mas a música "Can't Help Falling In Love" nessa roupagem está uma delícia de ouvir.Não sei se é jingle, não sei se é alguma gravação, enfim... Alguém da Play it Again ou da Publicis para decifrar pra mim?Agradeço muitíssimo e dou uma Paçoca Amor em retribuição.