Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2009

Comédia Stand-Up

Se antigamente as febres do momento era ter um pogobol, bambolê ou conga, agora a febre é querer ser comediante stand-up. A stand-up comedy já existia há anos no Brasil. Há uns 5 anos eu ia muitas vezes no Bar Beverly Hills em Moema que fazia (faz) apresentações de esquetes. Mas de 2 anos pra cá, virou um boom! Uns são ótimos, outros são constrangedores. Sábado fui ver a apresentação do Rafinha Bastos, no teatro Frei Caneca. Às 23h59. A Arte do Insulto. O teatro (de 620 lugares) estava lotado. Muita gente! Preço do ingresso inteiro: R$ 50,00! Na apresentação, Rafinha fala por 1 hora. Piadas super batidas como a do cacetinho e do pão francês. Conta algumas coisas meio engraçadas, mas nenhuma grande sacada. Brasileiro ri quando alguém fala um palavrão no microfone. Agora vamos fazer uma contas... Comédia Stand-up é comédia em pé. De cara limpa. Tinha um microfone e um banquinho. Só. Não tinha cenário, não tinha figurino, não tinha vídeo, não tinha outros atores, não t